REDE DE SABERES

O Programa Rede de Saberes – apoio à permanência de estudantes indígenas nas Instituições de Ensino Superior de Mato Grosso do Sul (IES), teve início em 2005, a partir do diálogo entre o Núcleo de Estudos e Pesquisa das Populações (NEPPI) da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), na pessoa do professor Dr. Antonio Brand (in memorian) e a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), com professor Dr. Antonio Carlos de Souza Lima coordenador do projeto Trilhas do Conhecimento vinculado ao Laced/Museu Nacional/UFRJ.

Iniciam-se em 2006 as execuções das ações do programa Rede de Saberes com duas instituições acadêmicas (UCDB e UEMS), que, numa segunda etapa, incluiu outras duas IES – a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) somando um total de quatro instituições envolvidas diretamente no programa.

O objetivo do Programa é oferecer aos acadêmicos indígenas durante a sua trajetória acadêmica nas universidades de todo o estado, ações de apoio visando à permanência dos mesmos, como: programas de monitoria e suplementação; participação e organização de eventos acadêmicos voltados para a temática indígena; viabilizar espaços de convivência; proporcionar grupos de estudos e cursos de extensão por áreas temáticas, visando ampliar discussões sobre o papel dos conhecimentos tradicionais na formação dos profissionais e intelectuais indígenas; apoio ao fortalecimento da articulação entre os acadêmicos índios das diversas Instituições de Ensino Superior (IES) e dessas com suas comunidades, lideranças e organizações;

O Programa procurou durante os 10 anos de atividades estabelecer uma conexão das ações desenvolvidas dentro das universidades e nas comunidades indígenas, visando fortalecer a formação superior de indígenas e suas comunidades de origem, na construção coletiva e individual de pertencimento étnico.